domingo, 5 de março de 2017

ESPECIAL DESENHOS DA CARTOON NETWORK!!

HJ VAMOS APRESENTAR UM ESPECIAL SOBRE OS DESENHOS DA CARTOON NETWORK- ´´TURMA DA MÔNICA´´
CONFIRA TUDO SOBRE ESSE DESENHO AGORA


Turma da Mônica

 

 

Turma da Mônica é uma série de histórias em quadrinhos criada pelo cartunista e empresário Mauricio de Sousa. A série foi originada em 1959 em uma série de tirinhas de jornal, na qual os personagens principais eram Bidu e Franjinha.[1] A partir dos anos 1960, a série começou a ganhar a identidade atual com a criação de Mônica e Cebolinha, entre 1960 e 1963, que passaram a ser os protagonistas.
Embora a maior parte das histórias girem em torno das aventuras de Mônica, Cebolinha e seus amigos do bairro do Limoeiro, o termo do título se refere também às demais famílias de personagens criados por Mauricio de Sousa, derivadas de outras séries, como Turma do Chico Bento, Turma da Tina, Turma da Mata, Turma do Penadinho, entre outros. Desde 1970, na forma de revista em quadrinhos
 os personagens já foram publicada por editoras como a Abril (1970-1986), a Globo (1987-2006)[2] e Panini Comics (2007 até a atualidade), somando quase 2.000 revistas já publicadas para cada personagem[3]. Além disso, também segue com publicação especial de tiras no formato de bolso pela própria Panini[4] e pela L&PM.
Em 2008 foi criado um spin-off baseado no estilo dos quadrinhos japoneses intitulado Turma da Mônica Jovem, com os personagens adolescentes.[5] Em 2015, a linha passou por uma reformulação, a Panini reiniciou a numeração das revistas e passou a creditar autores em algumas histórias (algo que acontecia apenas em publicações especiais), além disso, cada edição passou a trazer um QR Code que permite a acesso a conteúdos exclusivos em plataformas virtuais.[6]
A Turma da Mônica tem gibis e outros produtos licenciados em 40 países e com 14 idiomas, sendo que a marca foi expandida para outras mídias ao longo dos anos, em produtos como livros, brinquedos, discos, CD-ROMs, jogos eletrônicos, entre outros.
 Maurício de Sousa, analista do jornal Folha da Manhã criou e, ingressou na área dos quadrinhos no ano de 1959[7] com seus primeiros personagens, Bidu e Franjinha[8]. Ambos foram baseados na própria infância de Mauricio, sendo Bidu inspirado no seu cãozinho de estimação, Cuíca.[9] No ano seguinte, os personagens ganharam espaço através da revista infantil Zaz Traz, pela Editora Outubro. Posteriormente um gibi intitulado "Bidu" foi lançado pela Editora Continental, sendo cancelado no mesmo ano.Ainda naquele tempo novos personagens foram criados, entre eles o que mais chamou atenção foi Cebolinha como coadjuvante de Franjinha. Os personagens seguiram nas tirinhas de jornal, onde foram desenvolvendo suas personalidades. Cebolinha passou a ser o personagem principal substituindo o Bidu, e mais personagens foram se destacando e ganhando séries próprias, como Piteco, Astronauta, Horácio, Penadinho, Zezinho e Hiroshi (atualmente do universo da Turma do Chico Bento), Raposão (atualmente do universo da Turma da Mata). No entanto, mesmo com todos esses personagens, Mauricio recebeu queixas sobre a falta de mulheres em seus quadrinhos,[10] assim Mônica foi criada em 1963, como uma personagem secundária nas tirinhas do Cebolinha. Baseada na sua filha real Mônica Sousa, o sucesso e o carisma da personagem fizeram dela a protagonista das tirinhas, tornando Cebolinha seu coadjuvante no final da década de 1960.

Mauricio ganhou novamente uma revista para suas criações em 1970, pela editora Abril. A princípio com o título de "Mônica e Sua Turma", vários dos personagens já criados por Mauricio nas tirinhas de jornal passaram a aparecer nas revistas, formando a hoje chamada Turma da Mônica. Competindo com quadrinhos estrangeiros como Pato Donald, Zé Carioca e Luluzinha, seus quadrinhos permaneceram firmes nas bancas e ganharam um segundo título, Cebolinha, em 1973. Um contrato com o jogador Pelé permitiu o lançamento de um personagem baseado nele mesmo. O Pelezinho, lançado em 1977, foi fenômeno entre as crianças na época, entrando para a história nos quadrinhos nacionais.[12]
Os Estúdios Mauricio de Sousa surgiram a partir da necessidade da criação de uma equipe de roteiristas para bancar a produção mensal de histórias completas para as revistas e tiras de jornal, deixando de concentrar a produção nas mãos de Mauricio. Novos projetos puderam então ser conduzidos, como os desenhos animados, licenciamento de personagens e venda de quadrinhos para o exterior.
 Ao longo dos anos, outros personagens ganharam suas próprias revistas, como Cascão (1982), Chico Bento (1982) e Magali (1989). Ao longo do tempo, a marca Turma da Mônica tem sido usada para vender diversos produtos, de produtos de higiene a petiscos para animais, passando por produtos alimentícios. O caso de maior sucesso é o do extrato de tomate da Cica Elefante, com o Jotalhão. Outras mídias se fortaleceram ao longo dos anos e vieram produtos como livros, brinquedos, discos, CD-ROMs, jogos eletrônicos, entre outros. Nos anos 1970 e 1980, a propaganda de televisão desse extrato de Tomate, protagonizada por Mônica e Jotalhão ficou muito famosa, especialmente pelo tema musical: "Ô Mônica, abrace o elefante…"[14] Sua repercussão ajudou os estúdios a investirem em animação e licenciamento de personagens, tornando a Turma da Mônica uma potência de entretenimento genuinamente brasileira. Em 2015, a Turma da Mônica era usada por quase 3 mil produtos de mais de 150 empresas.[15] Em 2008, uma segunda linha de quadrinhos foi iniciada a partir de Turma da Mônica Jovem, uma publicação direcionada ao público pré-adolescente estrelada por uma versão mais velha dos personagens.
  série Turma da Mônica tem uma extensa quantidade de personagens principais e secundários. Tem como principais protagonistas Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Chico Bento (derivado da Turma do Chico Bento), sendo que cada um tem a sua própria revista em quadrinhos. Outros personagens de outras séries criadas por Mauricio de Sousa também estão incluídos na Turma da Mônica, fazendo cruzamentos ou citações um sobre outro em várias histórias, entre vários outros personagens. O principal cenário das histórias é o bairro fictício de "Limoeiro", numa cidade brasileira.
A maioria das histórias se concentra na vida cotidiana dos personagens principais e, ocasionalmente, sobre os personagens secundários; o estilo humorístico da série normalmente é caracterizado por vários tipos de repetições, alusões, apelos ao nonsense, paranomásias, sarcasmo e metalinguagem. As histórias com Mônica e Cebolinha giram em torno do eterno conflito entre os dois. Cebolinha é um causador de problemas e valentão que sempre tenta repreender Mônica ou roubar seu coelhinho de pelúcia, chamado de Sansão, para dar nós em suas orelhas (geralmente tendo Cascão ou outro cúmplice menino), sendo que Mônica sempre se vinga ao bater neles com seu coelhinho de pelúcia, muitas vezes deixando-os machucados e com olhos roxos. Muitas vezes, Cebolinha faz planos, chamados de "Infalíveis", contra ela que, dentre esses, há várias armadilhas e às vezes usando certas invenções, das quais muitas feitas pelo personagem Franjinha, protagonista de muitas historias, mas sempre perde para Mônica no final.
As histórias sobre Cascão geralmente se concentram em sua propensão para a sujeira e bagunça e seu medo de água, sem nunca ter tomado um banho na vida, e sendo constantemente ameaçada por vilões (sendo muitos, membros de uma organização secreta chamada S.U.J.O.C.A) ou seus amigos para tomar uma ducha. As histórias com Magali geralmente se concentram em sua gula, com uma capacidade sobre-humana para comer, sem nunca engordar e às vezes roubando comida de seus amigos.



CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: ´´TURMA DA MÔNICA´´:
 
 
 
É ISSO AI VOCÊS CURTIRAM UM PEDACINHO  DO DESENHO DA CARTOON NETWORK  ´´TURMA DA MÔNICA´´
NO PROXIMO MÊS NO ´´ESPECIAL DESENHOS DO CARTOON NETWORK´´ VOCÊS VÃO  SABER TUDO SOBRE O DESENHO ANIMADO: ´´TROMBA TREM´´
 

   ATÉ O PROXIMO MÊS COM O ESPECIAL  DESENHOS DO CARTOON NETWORK!!


 


MURAL DOS DESENHOS ANIMADOS!!

Hoje vamos falar No ´´MURAL DOS DESENHOS ANIMADOS´´ O PERSONAGEM É :´´PERNALONGA´´ De ´´1938´´
RELEMBRE UM POUQUINHO DESSE DESENHO AGORA



PERNALONGA

 



Bugs Bunny (conhecido como Pernalonga antigamente em Portugal e atualmente no Brasil) é um personagem fictício, um coelho antropomórfico, que aparece em vários curta-metragens de animação das séries Looney Tunes e Merrie Melodies, produzidos pela Leon Schlesinger Productions, que se tornaria a Warner Bros. Cartoons em 1945.
O personagem surgiu em 1940, em um curta metragem chamado The Wild Hare ("A Lebre Selvagem"), dirigido por Tex Avery. Ao longo dos anos, Pernalonga estrelou mais de 160 curtas durante a Era de Ouro da animação, além de participar de outros filmes. O coelho "contracenou" com o astro do basquete Michael Jordan em Space Jam (1996) e também atuou em Looney Tunes - De Volta à Ação (2003).
Premiado com um Oscar de melhor curta-metragem de animação por Cavaleiro Pernalonga em 1958, e com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, Pernalonga foi eleito como melhor personagem de desenhos animados de todos os tempos pela revista estadunidense TV Guide.
Atualmente, ele é o mascote corporacional da Warner Brothers, especialmente do seu departamento de animação e um dos personagens mais famosos no mundo. Seu famoso bordão é a pergunta "Eh… What's Up, Doc?" ("Eh… o que é que há, velhinho?" no Brasil/"Eh… qual é, meu?" em Portugal), geralmente dito enquanto mastiga uma cenoura. Pernalonga é definido ora como um coelho, ora como uma lebre.



CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: PERNALONGA
 
 
 

 

domingo, 19 de fevereiro de 2017

ESPECIAL DESENHOS DA CARTOON NETWORK!!

HJ VAMOS APRESENTAR UM ESPECIAL SOBRE OS DESENHOS DA CARTOON NETWORK- ´´AS MENINAS SUPERPODEROSAS´´
CONFIRA TUDO SOBRE ESSE DESENHO AGORA


As Meninas SuperPoderosas

 


 The Powerpuff Girls, conhecido no Brasil como As Meninas Superpoderosas [1], é uma série de desenho animado criada e escrita por Craig McCracken. Sucesso em todo o mundo, a série foi considerada a nova mania dos Estados Unidos durante o fim da década de 90 e inicio dos anos 2000 e teve um reboot de mesmo nome no ano de 2016, que está sendo transmitido atualmente. [2] A série, produzida inicialmente pela Hanna-Barbera, e alguns anos depois pelo Cartoon Network Studios, conta a história de três garotas com super poderes: Florzinha, Lindinha e Docinho. Elas foram criadas pelo Professor Utônio, que acidentalmente deixou derrubar o Elemento X na poção da "Garotinha Perfeita" (uma mistura de açúcar, tempero e tudo o que há de bom). Sendo assim, o Elemento X deu a elas super poderes, e entre uma brincadeira e outra, elas tem que salvar a cidade fictícia norte-americana de Townsville de diversos monstros
McCracken originalmente desenvolveu um show em 1992, chamado Whoopass Stew!, enquanto estava cursando seu segundo ano na CalArts. [3] Após uma mudança de nome, o Cartoon Network apresentou As Meninas Superpoderosas no seu programa What a Cartoon! Show em 1995 e 1996. A série fez sua estréia oficial como um dos desenhos animados em 18 de novembro de 1998, com o último episódio sendo exibido em 25 de março de 2005. Um total de 78 episódios foram ao ar, além de dois curtas, um especial de Natal, um filme, um especial de aniversário de 10 anos e um especial em comemoração aos 20 anos do Cartoon Network. [4] Além disso, a série foi indicada para seis prêmios Emmy Awards, 9 prêmios Annie Awards, e um prêmio Kids Choice Awards durante sua exibição. Entre outras coisas, incluem um anime, três trilhas sonoras, uma coleção de DVDs, e uma série de jogos, bem como diversos produtos licenciados.
No Brasil foi exibida regularmente até 2005 pelo SBT dentro do programa infantil Bom Dia & Cia, mas depois saiu e teve algumas poucas reprises no canal.
Em Portugal a série estreou em 2002 pela TVI e em 2013 pelo Cartoon Network.

As Meninas Superpoderosas apareceram pela primeira vez em 1992 sob o nome The Whoopass Girls (em português: As Meninas Whoopass) em um episódio piloto intitulado The Whoopass Stew! A Sticky Situation (em português: As Whoopass! Uma Situação Complicada), produzido por Craig McCracken, quando ainda era um estudante no California Institute of the Arts. Mais tarde a palavra Whoopass foi alterada para Powerpuff (Superpoderosas no Brasil), pois era inapropriada para o público infantil, e as personagens foram feitas com um visual mais infantil.
Anos depois, as heroínas apareceram em mais dois curta-metragens para o What a Cartoon! Show chamados Meat Fuzzy Lumkins (em português: O Terrível Fuzzy Confusão), de 1995 e Crime 101, de 1996, até estrearem sua própria série de televisão em 1998.
 Em 1991, Craig McCracken, então um estudante no programa de animação de personagens da CalArts, [5] criou um esboço para o que seriam as Meninas Superpoderosas. [6] No ano seguinte ele incluiu-las como as personagens principais de seu curta-metragem The Whoopass Girls in: A Sticky Situation. [7] Este curta, foi selecionado para ser exibido na Spike and Mike's Sick and Twisted Festival of Animation em 1994. [8] [9] Enquanto trabalhava no Laboratório de Dexter, McCracken apresentou o seu trabalho a Hanna-Barbera, que acabou sendo produzido para o Cartoon Network como "As Meninas Superpoderosas". Como parte de Toons Premiere Mundial, "Meat Fuzzy Lumpkins" foi exibido pela primeira vez em 1995, [10] e foi seguido por "Crime 101", um ano depois. O locutor Ernie Anderson, o narrador dos episódios-piloto, morreu de câncer em 1997, antes do show estrear, e ele foi substituído por Tom Kenny para o restante da série. [11] O diretor da animação foi o ex-colega de McCracken, Genndy Tartakovsky (O Laboratório Dexter, Samurai Jack), que também dirigiu muitos episódios da série. [12] Todos os episódios originais foram desenhados à mão e produzidos na Rough Draft Studios na Coréia do Sul.
A estréia da série The Powerpuff Girls aconteceu em 18 de novembro de 1998 e foi a maior estreia na história do Cartoon Network na época. A série sempre teve a classificação mais alta a cada semana que era exibida — com um público que ia de crianças a adultos. [14] Em Outubro de 2000, o Cartoon Network colocou as Meninas Superpoderosas para as noites de sexta em horário nobre, tendo uma vitória entre as redes fechadas. [15] Até o final de 2000, o merchandising baseado nas Meninas Superpoderosas englobava toda uma variedade de produtos, incluindo T-shirts, brinquedos, vídeo games, lancheiras, e louça. [14] Em relação ao sucesso das Meninas Superpoderosas, Craig McCracken afirmou "Eu pensei que iria ficar no Cartoon Network e as crianças da faculdade iriam vê-lo e não haveria um sucesso como foi, nunca imaginei isso". 

Florzinha (dublada por Iara Riça no Brasil): É ruiva e usa um laço vermelho gigante prendendo o cabelo e um longo vestido rosa. Confiante, orgulhosa, batalhadora e otimista. Elemento: Tudo que há de bom(Everything Nice). Florzinha é a líder das Meninas Superpoderosas com uma perfeita combinção de inteligência, beleza e força! O trabalho dela é fazer com que as meninas estejam sempre preparadas para lutar contra o mal, e manter a verdade e a justiça em Townsville.
Lindinha (dublada por Christiane Monteiro no Brasil): É loira e usa duas maria-chiquinhas. Tem olhos azuis da mesma cor de seu vestido. Doce, sensível, corajosa (mas tem medo do escuro), inocente, observadora. A mais calminha do trio (Inocente das Meninas Superpoderosas). Elemento: Açúcar (Sugar). É ela quem carrega a alma das Meninas Superpoderosas. Borboletas são as coisas mais lindas e fofas para ela, se bem que quase tudo que ela vê é fofo para ela. Mas tome muito cuidado, esse anjinho de cabelos dourados pode ser bem perigoso!
Docinho (dublada por Luisa Palomanes no Brasil): Cabelos curtos e pretos com detalhes espetados, olhos verdes da cor do vestido. Agressiva, tem bom senso, forte, porém esconde seu lado sensível. A "lutadora" do trio (Durona das Meninas Superpoderosas). Elemento: Tempero (Spice). Ela tem a atitude de uma Menina Superpoderosa. Só quer saber de ser a mais forte do mundo, e a pior coisa para ela é ter que usar vestido. Docinho gosta de bater primeiro e perguntar depois... ou melhor ainda... deixar que Florzinha tome conta do interrogatório.



CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: ´´AS MENINAS SUPERPODEROSAS´´:
 
 
 
 
É ISSO AI VOCÊS CURTIRAM UM PEDACINHO  DO DESENHO DA CARTOON NETWORK  ´´AS MENINAS SUPERPODEROSAS´´
NO PROXIMO MÊS NO ´´ESPECIAL DESENHOS DO CARTOON NETWORK´´ VOCÊS VÃO  SABER TUDO SOBRE O DESENHO ANIMADO: ´´TURMA DA MÔNICA´´
 

  ATÉ O PROXIMO MÊS COM O ESPECIAL  DESENHOS DO CARTOON NETWORK!!

 



 

MURAL DOS DESENHOS ANTIGOS!!

Hoje vamos falar No ´´MURAL DOS DESENHOS ANTIGOS´´ O DESENHO É :´´BOB´S BURGERS´´ De ´´2011´´
RELEMBRE UM POUQUINHO DESSE DESENHO AGORA



Bob's Burgers


 Bob's Burgers é uma série de desenho animado criada por Loren Bouchard para a Fox Broadcasting Company. Sua estreia ocorreu em um domingo, 9 de janeiro de 2011. O seriado se concentra na família Belcher, que administra um restaurante especializado em venda de hambúrguers. Atualmente, Bob's Burgers está em sua sexta temporada e faz parte do bloco de animações do domingo à noite da FOX.
 Loren Bouchard, disse que Bob's Burgers surgiu devido ao foco de animação da Fox ser marcada principalmente na família, mas ele também quis se interessar em comédia de trabalho.[1] Dizem que o seriado veio para preencher o vazio da série cancelada King of the Hill, no qual Jim Dauterive, produtor executivo de Bob's Burgers trabalhou no desenvolvimento.
 No Brasil, a série estreou em 6 de agosto de 2011 no canal FX , foi transmitida sua primeira temporada integralmente em um breve período, sendo retirada posteriormente de sua programação. Atualmente é exibida no bloco "Não Perturbe", à meia-noite, no mesmo canal, com os episódios inéditos da segunda temporada todas as segundas-feiras.



CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: BOB´S BURGERS
 
 

 

domingo, 4 de dezembro de 2016

ESPECIAL DESENHOS DA CARTOON NETWORK!!

HJ VAMOS APRESENTAR UM ESPECIAL SOBRE OS DESENHOS DA CARTOON NETWORK- ´´URSOS SEM CURSO´´
CONFIRA TUDO SOBRE ESSE DESENHO AGORA


URSOS SEM CURSO

 



We Bare Bears (Ursos sem Curso (título no Brasil) ou Nós, os Ursos (título em Portugal)) é uma série de desenho animado estado-unidense criada por Daniel Chong (antigo escritor de Adventure Time) para o Cartoon Network. A série foi baseada na webcomic The Three Bare Bears de Daniel Chong, o episódio piloto da série foi exibido no KLIK! Festival de Animação de Amesterdão, onde foi premiado na categoria "Prémio do Público de Amesterdão". We Bare Bears é a primeira série do Cartoon Network baseada em quadrinhos on-line. A série estreou no Cartoon Network dos Estados Unidos em 27 de julho de 2015.[2] No Brasil a série estreou em 24 de agosto de 2015, no Cartoon Network.[3] Em Portugal, a série estreou em 28 de novembro de 2015 no Cartoon Network.[4]
Em 12 de agosto de 2015, a série foi renovada para uma segunda temporada.
 A série é sobre os três irmãos ursos: Pardo (um urso-cinzento), Panda (um urso-panda gigante) e Polar (um urso-polar), que tentam integrar-se na sociedade humana, copiando seus comportamentos.
 A série foi criada pelo cartunista Daniel Chong, que já havia trabalhado como artista de história para a Pixar e a Illumination Entertainment. A série é baseada na webcomic The Three Bare Bears de Daniel Chong, que também apresentou os personagens identificados. Os quadradinhos foram publicados entre 2010 e 2011. A série de comédia é uma produção do Cartoon Network Studios, que desenvolveu o programa com Daniel Chong, como parte de seu programa de curtas. A série foi anunciada no upfront[6] do canal, em 2014. De acordo com o cartunista Louie Zong, ele e Maddie Sharafian foram responsáveis pela revisão da história da série.

Personagens

  • Urso Pardo: um urso antropomórfico. Seu corpo inteiro está completamente coberto de pêlo castanho e tem uma barriga bem gorda igual aos seus irmãos. Pardo é o urso que está sempre no topo da pilha formada pelos três ursos (Pardo, Panda e Polar). É aquele que age como o líder. Ele é o único que se destaca e apresenta bons exemplos para os outros ursos. Pardo parece se preocupar muito com seus irmãos.
  • Urso Panda: Panda é o mais inseguro dos irmãos ursos, ficando no meio da pilha entre Pardo e Polar. Ele é um urso muito dependente de atenção e não aguenta ficar um minuto longe de seu celular, tanto que começa a surtar quando fica sem ele, em um episódio, Panda fala que o seu celular é sua alma e vida em forma retangular, também passa a impressão de ser totalmente carente, pois costuma acessar sites de namoro na internet. Ele é vegetariano e sendo alérgico a amendoim.

  • Urso Polar: é um urso polar antropomórfico. Seu corpo inteiro está completamente coberto de pelo branco. Polar é despreocupado e refere-se a si mesmo na terceira pessoa, dizendo frases como: "Urso Polar está bem", quando se assusta não fica totalmente surtado, e é bastante calmo, mesmo em situações de perigo e passa a impressão de ser o mais velho.
  • Suas habilidades são:
    • Cozinhar: Urso Polar é muito bom em cozinhar, satisfazendo os animais e principalmente seus irmãos com seus pratos. Essa habilidade foi mostrada em "Viral Video".
    • Dança: Urso Polar faz uma espécie de dança que faz os pombos entenderem o que ele queria. Essa habilidade foi mostrada em "Nossas Coisas".
    • Jiu Jitsu Brasileiro: Urso Polar ensina os animais da floresta a lutarem Jiu Jitsu brasileiro. Essa habilidade foi mostrada no episódio "Chloe".
    • Camuflagem: Como visto no episódio "Nom Nom" ele pode se camuflar.




    • Chloe: Uma garotinha prodígio coreana de 12 anos que faz faculdade e é a melhor amiga dos ursos.
  • Nom Nom: Um coala que é considerado "o bicho mais fofo da internet". É o grande rival dos ursos.
  • Charlie: Um pé-grande que se hospeda dentro da casa dos ursos.


CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: ´´URSOS SEM CURSO´´:
 
 
 
É ISSO AI VOCÊS CURTIRAM UM PEDACINHO  DO DESENHO DA CARTOON NETWORK  ´´URSOS SEM CURSO´´
NO PROXIMO MÊS NO ´´ESPECIAL DESENHOS DO CARTOON NETWORK´´ VOCÊS VÃO  SABER TUDO SOBRE O DESENHO ANIMADO: ´´AS MENINAS SUPER PODEROSAS´´
 

  ATÉ O PROXIMO MÊS COM O ESPECIAL  DESENHOS DO CARTOON NETWORK!!

 

 

MURAL DOS DESENHOS ANTIGOS!!

Hoje vamos falar No ´´MURAL DOS DESENHOS ANTIGOS´´ O DESENHO É :´´THE CLEVELAND SHOW´´ De ´´2009´´
RELEMBRE UM POUQUINHO DESSE DESENHO AGORA



The Cleveland Show

 


 The Cleveland Show é uma série animada estadunidense criada por Seth MacFarlane como um spin-off de Family Guy, também criado por Seth MacFarlane. Em Portugal, a série é emitida pelo canal FOX Comedy Portugal. No Brasil, a série é transmitida pelo canal FX Brasil e pelo canal aberto Rede Globo. Em maio a FOX anunciou o cancelamento da série em sua 4ª temporada no ano de 2013. A série totalizou 88 episódios.
 The Cleveland Show, originalmente anunciado como um trabalho adicional de Family Guy,[1] é o título para a série de animação com foco na personagem Cleveland Brown quando ele e o seu filho, Cleveland Jr., mudam de Rhode Island para a cidade fictícia de Stoolbend, Virgínia.[2] No Brasil, a série estreou no dia 25 de abril de 2010 no canal FX e em Portugal estreou no dia 5 de Junho de 2010, na FOX Portugal.



CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: THE CLEVELAND SHOW
 
 


 

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

ESPECIAL DESENHOS DA CARTOON NETWORK!!

HJ VAMOS APRESENTAR UM ESPECIAL SOBRE OS DESENHOS DA CARTOON NETWORK- ´´O SEGREDO ALÉM DO JARDIM´´
CONFIRA TUDO SOBRE ESSE DESENHO AGORA


O Segredo Além do Jardim

 



Over the Garden Wall (Para Lá do Jardim (título em Portugal) ou O Segredo Além do Jardim (título no Brasil)) é uma série de desenho animado estadunidense em minissérie criada por Patrick McHale para o Cartoon Network. A série foca em dois irmãos que viajam através de uma floresta estranha, para encontrar o caminho de volta para casa. A série é baseada no curta-metragem de animação, Tome of the Unknown de McHale, que foi produzida no Cartoon Network Studios.
O programa foi a primeira minissérie do canal, que iniciou a sua produção em março de 2014. McHale tinha imaginado a série em 2004, e mostraram ao canal em 2006. Depois de trabalhar nas séries As Trapalhadas de Flapjack e Hora de Aventura, o canal teve interesse, e McHale lançou um episódio piloto. O piloto se tornou o catalisador para Over the Garden Wall. A série apresenta Elijah Wood e Collin Dean como os protagonistas Wirt e Greg, e Melanie Lynskey como a passarinha azul chamada Beatriz.
 Over the Garden Wall estreou nos Estados Unidos em 3 de novembro de 2014 e terminou em 7 de novembro do mesmo ano no Cartoon Network, em Portugal a série estreou dia 23 de março de 2015, e terminou em 27 de março de 2015 no Cartoon Network.[1] No Brasil, a série estreou dia 6 de julho de 2015 e terminou em 17 de julho de 2015 no Cartoon Network. A série foca nos dois irmãos, Wirt e Greg (dublados por Elijah Wood e Collin Dean respectivamente), que se perdem numa floresta estranha chamada Unknown (o Desconhecido).[3][4] Para encontrar o caminho de casa, os dois viajam por toda a floresta mágica, com a ajuda do sábio idoso Woodsman (Lenhador[3] ou O Senhor da Mata[4]) (dublado por Christopher Lloyd), e Beatrice (Beatriz[3][4]) (dublada por Melanie Lynskey), um pássaro azul que viaja com os meninos, para desfazer a maldição que afetou toda a sua família.
 Wirt, o irmão mais velho, se preocupa demais e prefere guardar para si mesmo do que ter de tomar uma decisão. Suas duas paixões são o clarinete e a poesia, mas ele guarda segredo disso e tem medo de ser ridicularizado. Por outro lado, Greg, o irmão mais novo, adora sempre brincar e é despreocupado. Greg carrega um sapo (dublado por Jack Jones), cujo nome não está definido e que pode se comunicar apenas através do canto. Beast (Fera[4]) (dublado por Samuel Ramey), é uma criatura antiga que leva as almas perdidas, até desistirem e se transformarem em "Árvores de Edelwood".

Nos dois episódios finais, é revelado que Wirt e Greg são na verdade dois meninos da era contemporânea. A aparência estranha de Wirt e Greg decorre do facto de que foi na noite do Dia das bruxas em que foram transportados para O Desconhecido. Wirt, tenta levar de volta uma fita escrita com poesia embaraçosa que ele fez para uma garota que ele gosta, que tinha seguido para uma reunião histórica assustadora no cemitério, antes de um agente da polícia o assustar e Greg pular sobre a parede do jardim do cemitério. Depois que eles desembarcaram nos trilhos de trem, Greg quase foi atropelado por um trem. Wirt o empurrou para fora de uma colina em um lago/rio na tentativa de salvá-lo, mas ficaram inconscientes.
No final do último episódio, Wirt e Greg acordam em um hospital, com Greg recapitulando os acontecimentos do que aconteceu. A série termina com uma montagem lenta de Wirt e Greg afetando os habitantes do Desconhecido.

A produção de Over the Garden Wall começou em março de 2014. Sendo a primeira minissérie do canal, com dez episódios, e uma temporada. Foi criada por Patrick McHale, que se graduou no Instituto de Artes da Califórnia, a série foi baseada no curta-metragem Tome of the Unknown, que ele escreveu e dirigiu para o Cartoon Network Studios.
O programa foi idealizado pela primeira vez em 2004, com um enredo baseado em uma aventura mais assustadora. Antes de trabalhar como artista de storyboard na série As Trapalhadas de Flapjack, Patrick McHale apresentou a série Over the Garden Wall em 2006. Ele a viu como "um possível especial do Dia das bruxas", mas tinha dificuldade para adaptar a premissa com um arco de história maior. Depois de Flapjack, McHale trabalhou em Hora de Aventura, onde atuou como diretor de criação e posteriormente como escritor. O canal mais tarde lhe tinha perguntado se tinha interesse em desenvolver um piloto, que o levou a regressar à sua obra, lançando-a no canal. Eles finalmente se estabeleceram sobre o formato da minissérie, e McHale disse: "Foi algo que senti, uma maior qualidade do que o que poderíamos fazer com uma série regular".
A série apresentou Wood (reprisando seu papel do curta), Lynskey e Dean como o principal elenco de dubladores. A série é caracterizada numa "comédia-fantasia"; em uma entrevista datada de outubro de 2014, McHale declarou que, embora a maioria adere a esse género, haveria alguns momentos assustadores que tentam ser "uma experiência para o público". Apesar disso, ele e sua equipe tentaram manter o equilíbrio com "outros episódios que são apenas leves e divertidos". Na mesma entrevista, McHale retratou, que suas inspirações para a série, foram a literatura infantil do século 19, a música americana no início do século 20 e a arte folclórica em geral. Além disso, McHale buscou inspiração em Gustave Doré e "Alice Comedies" para os "layouts" da série. Da mesma forma para a sua música, McHale, partilhou que a série teria vários estilos, incluindo o "clássico americano, canto lírico", mas que não iria ter muitas qualidades quaisquer com a Broadway.
Entretanto, Nick Cross foi o diretor de arte e Nate Cash foi o supervisor de direção; ambos trabalharam com McHale ao lado de artistas de storyboard em Nova Iorque e Chicago. Esta distância foi difícil para McHale, que "considerou particularmente assustadora a natureza idiossincrática da produção".



CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: ´´O SEGREDO ALÉM DO JARDIM´´:
 
 
 
É ISSO AI VOCÊS CURTIRAM UM PEDACINHO  DO DESENHO DA CARTOON NETWORK  ´´O SEGREDO ALÉM DO JARDIM´´
NO PROXIMO MÊS NO ´´ESPECIAL DESENHOS DO CARTOON NETWORK´´ VOCÊS VÃO  SABER TUDO SOBRE O DESENHO ANIMADO: ´´URSOS SEM CURSO´´
 

 ATÉ O PROXIMO MÊS COM O ESPECIAL  DESENHOS DO CARTOON NETWORK!!