quinta-feira, 22 de junho de 2017

ESPECIAL DESENHOS DA CARTOON NETWORK!!

HJ VAMOS APRESENTAR UM ESPECIAL SOBRE OS DESENHOS DA CARTOON NETWORK- ´´SÍTIO DO PICAPAU AMARELO´´
CONFIRA TUDO SOBRE ESSE DESENHO AGORA

 

Sítio do Picapau Amarelo

 



Sítio do Picapau Amarelo foi uma série animada brasileira baseada na série de livros homônima de Monteiro Lobato. Produzida pela Rede Globo e pela produtora Mixer[1], foi exibida pela primeira vez em 7 de janeiro de 2012. Cada episódio foi realizado tanto a partir dos livros de Monteiro Lobato quanto de roteiros originais.[2]
Antes de seu lançamento, também foi lançada pela Globo.com a comunidade virtual "Mundo do Sítio", que apresentava ao público a nova encarnação dos personagens. A série também passou a ser exibida pelo Cartoon Network do Brasil a partir de 15 de abril de 2012. Também é exibido no canal mundial Boomerang, em 2015 após H2O: Just Add Water. A partir de 2016 foi exibido aos sábados no período da manhã e no período da noite às 22h.
 A série começou a ser produzida em outubro de 2010 pela Rede Globo e Mixer. É a segunda série de animação realizada pela Mixer, após Escola pra Cachorro.[1] O character design dos personagens foi criado pelo desenhista Bruno Okada,[3][4] escolhido em um concurso promovido pela Globo. A direção é de Humberto Avelar (Juro que Vi), e os serviços de animação foram realizados pelos estúdios cariocas 2DLab (temporadas 1 e 2) e Split/Animatório Content (temporada 3). A técnica de animação usada para essa nova versão do Sítio é chamada "cut out", a mesma utilizada no desenho animado A Mansão Foster Para Amigos Imaginários. Cada episódio da série levou cinco semanas para ficar pronto.
 Diferente dos livros de Monteiro Lobato, a animação não contém violência, como lutas, tiros ou "cabeças explodindo", mas conta com bastante ação.[3] Segundo Tiago Mello, diretor executivo da Mixer, "difícil foi transformar histórias de 40 minutos na TV em episódios de 11 minutos, tempo médio da animação";[1] "Mas deu certo. Os personagens já têm suas versões em animação, e a família de Monteiro Lobato está aprovando as sinopses dos episódios".
Mello ainda explicou que resquícios escravocratas de referência a personagens negros como Tia Nastácia, como os apresentados no livro
Caçadas de Pedrinho,[5][6] não serão apresentados nesta versão.[7] Outra mudança foi na forma como os personagens utilizam o pó de pirlimpimpim. "No original, eles aspiravam o pó e "viajavam". Na versão dos anos 80, eles jogavam o pó uns sobre os outros."[7] Agora na versão animada, o pó de pirlimpimpim cobre a tela inteira de uma cena e teleporta os personagens para o outro ambiente.


A música de abertura é a mesma cantada por Gilberto Gil para as séries anteriores em live action. Gil teve que cantar a música em um arranjo bem mais acelerado, adaptado ao tom da animação.[3] O orçamento foi de 4 milhões de reais, produzidos por meio da Lei Audiovisual.[1] Sendo que parte do investimento foi realizado pela Globo,[2] detentora dos direitos de licenciamento da obra de Monteiro Lobato. Outro ponto que incentivou a produção da animação é a possibilidade de ser exibida internacionalmente com dublagem em outras línguas.[1] Os herdeiros de Monteiro Lobato também participaram na atualização dos personagens e na aprovação das sinopses dos episódios.[8]
Em maio de 2012, foi anunciado a produção da segunda temporada da série[9] com 26 episódios adicionais.[10] E em dezembro de 2013, a Ancine aprovou a captação de mais 5,3 milhões de reais para a produção de outros 26 episódios,[11] correspondentes à terceira temporada.


Personagens

 

    Principais

  • Emília - Uma boneca de pano falante, irreverente e divertida. Nessa versão em desenho a Emília usa um vestido amarelo e vermelho, inspirado bastante no vestido usado na versão com atores de 2001 à 2005. Segundo o episódio "O Bolo da Tia Nastácia" Emília não sente gosto de comidas, diferente de como ela já foi mostrada nas versões anteriores da série com atores, ou mesmo nos livros originais, onde Lobato diz que Emília não precisa comer, e quando come, é "de mentirinha" por ser uma boneca. Na série animada Emília teve sua voz feita pela jovem dubladora Isabela Guarnieri (filha de Tatá Guarnieri). Isabela disse em uma entrevista para o programa "Madrugada Vanguarda" que se inspirou no trabalho da atriz Isabelle Drummond, que interpretou a personagem entre 2001 e 2006 na série com atores da Globo.

  • Visconde de Sabugosa - Um sábio boneco feito de de sabugo de milho. No livro original "Reinações de Narizinho" o Visconde foi construído por Pedrinho, porém, no episódio "A Pílula do Doutor Caramujo" da série animada, Tia Nastácia disse ter feito ele (que é um pouco parecido como era no Sítio dos anos 70, onde Tia Nastácia também construiu o boneco como um presente para Pedrinho). No desenho a voz do Visconde é feita pelo dublador César Marchetti, que faz a voz do personagem com um forte sotaque de São Paulo, com bastante ênfase nas letras "R" e "L" finais. Uma curiosidade é que este sotaque foi criado originalmente na série em "live action", pelo ator Aramis Trindade, que fez o papel do Visconde durante os anos de 2005 e 2006. Assim também como nas temporadas de 2005 e de 2006, na versão em desenho animado do Sítio, o Visconde respeita, e obedece sem reclamar a tudo o que Emília lhe pede, como acontece no episódio "As Tarefas do Visconde". Porém, a boneca não o trata com violência ou ameaças como fazia em 2005 e 2006 (onde o Visconde além de respeitar muito a boneca, tinha bastante medo dela, quase sempre se referindo a ela como "Marquesa"), ou mesmo em algumas histórias dos livros originais de Monteiro Lobato, onde ela o ameaça de ser "depenado" (arrancar seus braços e pernas). Isso é devido ao fato de que na série em desenho, os "maus comportamentos" da Emília foram amenizados. Alguns podem pensar que o Visconde parece ter uma queda por Emília no desenho, devido ao episódio "O Futuro do Rabicó", onde ele se encolhe e dá risadinhas depois de ganhar um beijo na bochecha pela Emília. Porém essa reação dele está mais próxima de uma reação de afeto e timidez, sendo que o Doutor Caramujo também agiu da mesma forma no episódio "O Mistério do Reino das Águas Claras", depois de ser beijado no rosto pela Narizinho.
  • Narizinho e Pedrinho - As crianças que protagonizam as histórias. Os dois são primos, e vivem muitas aventuras no Sítio, junto de Emília e Visconde. De acordo com os livros e as séries com atores, o Pedrinho mora na cidade grande com seus pais, e passa as férias no Sítio da avó. Apesar disso, no desenho nunca foi mostrado o Pedrinho chegando ao Sítio vindo da cidade grande, mas é mostrado apenas que ele está vivendo lá, sob os cuidados de Dona Benta e Tia Nastácia. Já a Narizinho, tanto nos livros quanto nas séries de TV, ela sempre foi mostrada morando no Sítio sem seus pais, o que leva a crer que ela é órfã. No final do último episódio Pedrinho volta para a cidade grande. Na primeira temporada as vozes de Narizinho e Pedrinho foram feitas respectivamente pelos atores, e dubladores mirins, Larissa Manoela e Vini Takahashi, porém na segunda temporada ambos foram substituídos por Luiza Telles Rosa e Pedro Volpato.
  • Dona Benta - Avó de Pedrinho e Narizinho, e dona do Sítio do Picapau Amarelo. A voz de Dona Benta, na série animada, foi feita pela dubladora e atriz Gessy Fonseca, que por coincidência também havia feito a voz da personagem em uma rádio-novela.

  • Tia Nastácia - A cozinheira do Sítio. Foi ela quem fez a boneca Emília como um presente para Narizinho. Na versão em desenho ela também construiu o Visconde de Sabugosa para Pedrinho.
  • Rabicó - O porquinho guloso de estimação da Narizinho. Ele morre de medo da Tia Nastácia, pois teme que um dia ela o coloque na panela. Ele também é medroso, comilão e ingênuo, e assim como a Emília e o Visconde, ele também fala. No desenho é dublado por Hugo Picchi, que também faz a voz do Doutor Caramujo na série animada. Uma curiosidade é que na maioria dos episódios da versão em desenho, o Rabicó fala com a voz mais fina, porém no primeiro episódio a voz dele era mais grossa. Isso também aconteceu na série com atores de 2001 até 2006, onde o Rabicó foi dublado por Mário Jorge de Andrade. Em 2001, Mário Jorge fazia uma voz bem mais grossa para o Rabicó, porém com o passar dos capítulos e dos anos, ele passou a fazer uma voz cada vez mais fina, até o ano de 2006. Durante essa época o boneco do Rabicó era manipulado por Aline Mendonça.
  • Cuca - A principal vilã da série. A Cuca é uma Bruxa em forma jacaré fêmea, com uma vasta cabeleira loira. A versão da série animada tem o visual inspirado na Cuca de 2005, com os cabelos bagunçados, e uma barriga listrada. Ela é temida por todas as crianças, principalmente as do Sítio de Dona Benta. Ela é introduzida no episódio "Um Grande Aventureiro", em que ela prende o Capitão dos Couraceiros em sua caverna, e Pedrinho tende ir salva-lo. Sua caverna é localizada no final da mata do Capoeirão dos Tucanos. No desenho ela é dublada por Alessandra Araújo.

Recorrentes

  • Príncipe Escamado - É o príncipe do Reino das Águas Claras, um garoto com corpo de peixe, amigo de Narizinho.
  • Dr. Caramujo - É o médico do Reino das Águas Claras e o responsável por fazer Emília ganhar vida com uma pílula mágica. Como seu nome sugere ele é um caramujo.
  • Capitão dos Couraceiros - É um caranguejo capitão da guarda do Reino das Águas Claras. É sempre acompanhado por seus soldados camarões.
  • Dona Aranha - É uma aranha conhecida como a maior costureira do Reino das Águas Claras. A sua maior rival é a Dona Peçonhenta.
  • Saci - O famoso personagem do folclore, um garoto negrinho de uma perna só que adora pregar peças e é amigo do Pedrinho. Ele é introduzido na 2ª temporada.
  • Tio Barnabé - É o velho roceiro do sítio que trabalha nas plantações da fazenda. É também introduzido na 2ª temporada embora já tenha sido mencionado antes disso na 1ª como mostrado nos episódios "A Fuga de Emília" e "Uma Boneca sem Paciência".
  • Quindim - É o rinoceronte que fugiu do circo. Ele é introduzido na terceira temporada.
  • Mãe de Pedrinho - Ela apareceu no final do último episódio levando Pedrinho de volta para a cidade grande.


CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: ´´SÍTIO DO PICAPAU AMARELO´´:
 
 
 
É ISSO AI VOCÊS CURTIRAM UM PEDACINHO  DO DESENHO DA CARTOON NETWORK  ´´SÍTIO DO PICAPAU AMARELO´´
NO PROXIMO MÊS NO ´´ESPECIAL DESENHOS DO CARTOON NETWORK´´ VOCÊS VÃO  SABER TUDO SOBRE O DESENHO ANIMADO: ´´HISTORIETAS ASSOMBRADAS PARA CRIANÇAS MALCRIADAS´´
 

  ATÉ O PROXIMO MÊS COM O ESPECIAL  DESENHOS DO CARTOON NETWORK!!

 

 

terça-feira, 20 de junho de 2017

MURAL DOS DESENHOS ANIMADOS!!

Hoje vamos falar No ´´MURAL DOS DESENHOS ANIMADOS´´ O PERSONAGEM É :´´PAPAI SMURF´´ De ´´1958´´
RELEMBRE UM POUQUINHO DESSE DESENHO AGORA



Papai Smurf

 


 Papai Smurf é o mais velho líder comunista dos Smurfs. Ele é extremamente sábido e está sempre pronto para ajudar Smurfete quando o malvado Gargamel aparece para comê-la,quer onde esteja ou em situação de apuros quando aparece um Smurf tarado na aldeia.
 Papai Smurf presidente da aldeia foi primeiro líder a implantar a reforma agrária,para promover a melhor distribuição das terras para plantação de cogumelos  isso porque mediante a falta de espaço que sempre foi ameçada pelo malvado Gargamel.
 Gargamel é o rival do Papai Smurf homem desonesto e de caráter duvidoso,ele é dono da Schincariol Gargamel é viciado em comer Smurfetes,ele é do tipo paranóico de plantão em que no desenho dos Smurfs fica na moita esperando Smurfete. Gargamel seria um viciado em chá de cogumelo (os Smurfs moram em cogumelos) que, em seus delírios, vê homenzinhos azuis com roupas brancas,lá Papai Smurf também gosta de um dedinho de prosa (famosa conversa fiada) sempre que pode ele reuni seu suditos para ouvir suas histórias absurdas de quando se deu bem nos momentos de conforto contra o gato cruel e seu rival Gargamel 



CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: PAPAI SMURF



 

quinta-feira, 25 de maio de 2017

ESPECIAL DESENHOS DA CARTOON NETWORK!!

HJ VAMOS APRESENTAR UM ESPECIAL SOBRE OS DESENHOS DA CARTOON NETWORK- ´´CARRAPATOS E CATAPULTAS´´
CONFIRA TUDO SOBRE ESSE DESENHO AGORA


Carrapatos e Catapultas

 



Carrapatos e Catapultas é uma série de desenho animado brasileira, produzida no projeto Anima TV[1].
O programa é uma coprodução do estúdio Zoom Elefante com a TV Brasil e a TV Cultura. Seu projeto foi um dos dois vencedores de um concurso promovido para apoiar a criação de séries brasileiras[2].
O criador da série, o roteirista Almir Correia, assume como principais influências desenhos animados de comédia surrealista como A Vida Moderna de Rocko e Bob Esponja, além de seriados de ficção científica.
A primeira temporada de Carrapatos e Catapultas teve 14 episódios, direcionada para crianças de 8 a 12 anos, a série aposta num universo maluco e irreverente, meio real e meio absurdo. Através de um humor baseado na linguagem inocente, a série tem por objetivo fazer os jovens se divertirem e pensarem sobre questões pertinentes ao seu dia-a-dia. A série Carrapatos e Catapultas apresenta as instigantes aventuras dos carrapatos bicos de pato Bum, Bod, Bolão e Baixinho. Grandes amigos habitantes do Planeta Vaca. Nesse planeta, os carrapatos já nascem com paraquedas, se locomovem através de catapultas, adoram sugar gororoba e pensam que engordando vão explodir para ir morar no mundo dos carrapatos fantasmas, considerado o paraíso para eles.

Personagens

  • Bum - Um carrapato amarelo principal protagonista. Diferente dos demais carrapatos Bum não sonha em explodir e ir pro mundo dos carrapatos fantasmas. Ele tem uma personalidade calma e seus melhores amigos são Bod e Bolão. Ele também é o responsável por Baixinho, seu primo mais novo. No final de cada episódio sempre recebe um telefonema de seus pais do mundo dos carrapatos fantasmas lhe pedindo para explodir também.
  • Bod - Um carrapato verde melhor amigo de Bum. Diferente dele Bod tem uma personalidade mais alegre e agitada. Ele assim como os demais carrapatos tenta engordar e explodir para ir pro mundo dos carrapatos fantasmas, porém ele nunca consegue estando sempre emagrecendo.
  • Bolão - Um enorme carrapato roxo amigo de Bum e Bod. Ele é extremamente gordo e está sempre engordando na esperança de poder explodir como todos os carrapatos, o que parece nunca acontecer. Não é muito esperto e muitas vezes acaba fazendo coisas erradas.
  • Baixinho - Um pequeno carrapato bege primo de Bum. Ele é muito agitado e cheio de energia chegando a se animar com tudo e causar grandes problemas. Ele passou a morar na casa de Bum depois de seus pais explodirem. Seu maior passatempo e vício é ficar saltando de catapultas e falar "Eu também quero!"

Secundários

  • Mãe de Bum - A mãe sem nome de Bum que se encontra agora no mundo dos carrapatos fantasmas junto do pai dele. Ela frequentemente faz ligações pro filho ao final de cada episódio comentando sobre as façanhas feitas por Bum e seus amigos e também pedindo para ele explodir e ir ao mundo dos carrapatos fantasmas ficar junto deles, coisa que Bum se nega fazer.
  • Bonaparte - É o chefe de Bum, Bod e Bolão. É muito nervoso tendo uma estatura muito baixa. Ele é uma referência de Napoleão Bonaparte tendo um chapéu igual ao dele.
  • Pati - Uma carrapata apaixonada por Bum, trabalha na Suganete. Vários carrapatos são apaixonados por ela, embora ela tenha interesse apenas por Bum que não liga para ela e se afasta dela. Em um episódio ela chega a ser destaque principal ao dois alienígenas atirarem um raio deixando todos os carrapatos apaixonados por ela.

  • Carrapato Severino - Um carrapato cantor de baião que mora em uma pedra flutuante. Sempre fala cantando em rimas, tocando sanfona e usando um chapéu de cangaceiro com óculos escuros. Está sempre na companhia de seu parceiro Raimundinho que é seu auxiliar tocando triângulo. Ele é uma referência de Luiz Gonzaga.
  • Doutor Froide (médico maluco);
  • Dona Dulcina (carrapata velha);
  • Carrapato Leonardo (é o inventor);
  • Splash (carrapato surfista);
  • Tic e Tac (carrapatos mafiosos gêmeos siameses, trabalham para Dom Corleone);
  • Dom Corleone (carrapato mafioso arqui-inimigo de Bonaparte);
  • Super hiper mega carrrapato (super herói dos carrapatos);
  • Pedráculos (arqui-inimigo-amigo) do Super hiper mega carrapato.


CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: ´´CARRAPATOS E CATAPULTAS´´:
 
 
 
É ISSO AI VOCÊS CURTIRAM UM PEDACINHO  DO DESENHO DA CARTOON NETWORK  ´´CARRAPATOS E CATAPULTAS´´
NO PROXIMO MÊS NO ´´ESPECIAL DESENHOS DO CARTOON NETWORK´´ VOCÊS VÃO  SABER TUDO SOBRE O DESENHO ANIMADO: ´´SÍTIO DO PICAPAU AMARELO´´
 

 ATÉ O PROXIMO MÊS COM O ESPECIAL  DESENHOS DO CARTOON NETWORK!!

 






 

terça-feira, 23 de maio de 2017

MURAL DOS DESENHOS ANIMADOS!!

Hoje vamos falar No ´´MURAL DOS DESENHOS ANIMADOS´´ O PERSONAGEM É :´´FRED FLINTSTONE´´ De ´´1960´´
RELEMBRE UM POUQUINHO DESSE DESENHO AGORA



Fred Flintstone

 


 Fred é um homem pré-histórico que vive na cidade de Bedrock. Casado com Wilma e pai de Pedrita, costuma jogar boliche com seu melhor amigo, Barney. Seu animal de estimação é Dino, um dinossauro.




CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: FRED FLINTSTONE
 
 

 

sábado, 1 de abril de 2017

ESPECIAL DESENHOS DA CARTOON NETWORK!!

HJ VAMOS APRESENTAR UM ESPECIAL SOBRE OS DESENHOS DA CARTOON NETWORK- ´´TROMBA TREM´´
CONFIRA TUDO SOBRE ESSE DESENHO AGORA


Tromba Trem

 



Tromba Trem é uma série de desenho animado brasileira criada por Zé Brandão, e produzida pela Copa Studio. Teve sua origem como uma candidata ao concurso Anima TV realizado em 2010, um programa do Governo Brasileiro estimulando a produção de séries de animação no Brasil.[1] Ao final se tornou um dos vencedores junto de Carrapatos e Catapultas.[2]
Sua primeira temporada estreou em 7 de abril de 2011 nos canais TV Brasil e TV Cultura, posteriormente estreando pela Cartoon Network em fevereiro de 2012, e em julho de 2013 pelo Tooncast com transmissão por grande parte da América Latina. No dia 4 de maio de 2014, recebeu sua 2ª temporada com um novo estilo de animação. Nos demais países a série é licenciada pela distribuidora britânica Cake Entertainment com o título em inglês Trunk Train.
 Uma turma de animais composta por Gajah, um elefante indiano que após um acidente perdeu a memória indo parar no Cerrado,Duda, uma tamanduá vegetariana que se torna amiga dele e uma colônia de cupins cuja rainha acredita ser de outro planeta viaja num trem a vapor pela América do Sul, atrás de um misterioso dirigível. A cada episódio eles conhecem um novo lugar e um novo personagem. 

    Personagens

  • Gajah - Um jovem elefante indiano amarelo sem memória que quer voltar para seu país natal. Se perdeu após uma queda de um avião no meio do Cerrado onde passa a seguir jornada no trem dos cupins ao lado da colônia e da tamanduá Duda. Sua principal função na viagem é a de abastecer o trem com água já que é o único que consegue carregar água devido sua tromba. Está sempre usando um turbante que parece flutuar sobre sua cabeça. Sua voz é feita por Roberto Rodrigues.
  • Eduarda Tamanduá Bandeira e Silva (a.k.a Duda) - Uma tamanduá vegetariana e hiperativa. Sua cor é vermelha e usa óculos bem grossos. Ela se considera a melhor amiga de Gajah estando sempre ao lado dele mesmo quando ele não quer sua presença. É alegre e um tanto "infantil" para sua idade, além de sempre falar entusiasmada. Algumas vezes ela chega a perder o controle e a "vegetarianice", mas sempre volta ao normal. Sua voz é feita por Maíra Kesten.

  • Rainha Cupim - A líder dos cupins. Mandona e autoritária, está sempre dando ordens e irritando os outros principalmente o Gajah por ser o responsável por manter o trem funcionando. Acredita ser de outro planeta tanto que ela guia sua colônia pelo trem atrás de uma maneira de sair da Terra. O seu filho preferido é o Júnior. Sua voz é feita por Maria Regina.
  • Capitão - É ele que comanda a segurança do cupinzeiro e pilota o trem. Muitas vezes demonstra ser tão arrogante quanto a Rainha, mas sempre se rende as ordens dela. Ele usa um tapa-olho e um chapéu de capitão. A maior rival de sua equipe são as formigas vermelhas. Sua voz é feita por Luca de Castro.
  • Júnior - Filho inteligente da Rainha. Aparenta ser um garoto apesar de ser muito esperto e desenvolvido a ponto de ser um cientista. Ele também é o que mais demonstra amizade com Gajah e ao contrário da Rainha e o resto da colônia demonstra mais senso. Ele usa um par de óculos parecidos com os da Duda(só que menores), com uma argola em volta da boca(servindo como um aparelho de dentes) e um topete fazendo o estilo de um nerd. Sua voz é feita por Hugo Souza.

  • Mestre Urubu - Um urubu roxo e sábio que serve como uma espécie de "guia espiritual" para Gajah dando dicas e conselhos. Fala com um sotaque caipira, além de parecer não ter "bons modos". Sua voz é feita por Beto Vandesteen.
  • Jacarina - Uma jacaré dançarina que vive perto do rio Amazonas. Só aparece em "Bela Banguela".
  • Prima Minha - Uma prima esnobe da Rainha Cupim. só aparece no episódio de mesmo nome, mas faz um cameo em "Desengordamento".
  • Formikan - É como uma versão formiga do Capitão. Só aparece em "Inimizade Colorida" e "A Ilha de Búfalos".
  • Bela - A filha da Rainha Formiga. Só aparece no episódio em que sua mãe aparece.
  • Rainha Formiga - A líder das formigas vermelhas e rival da Rainha Cupim. Só aparece em "Inimizade Colo.


CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: ´´TROMBA TREM´´:
 
 
 
 
É ISSO AI VOCÊS CURTIRAM UM PEDACINHO  DO DESENHO DA CARTOON NETWORK  ´´TROMBA TREM´´
NO PROXIMO MÊS NO ´´ESPECIAL DESENHOS DO CARTOON NETWORK´´ VOCÊS VÃO  SABER TUDO SOBRE O DESENHO ANIMADO: ´´CARRAPATOS E CATAPULTAS´´
 

 ATÉ O PROXIMO MÊS COM O ESPECIAL  DESENHOS DO CARTOON NETWORK!!

 




 

MURAL DOS DESENHOS ANIMADOS!!

Hoje vamos falar No ´´MURAL DOS DESENHOS ANIMADOS´´ O PERSONAGEM É :´´MICKEY MOUSE´´ De ´´1928´´
RELEMBRE UM POUQUINHO DESSE DESENHO AGORA



Mickey Mouse

 


 Mickey Mouse (conhecido em português por Rato Mickey (português europeu) ou Mickey Mouse (português brasileiro)) é um personagem de desenho animado e que se tornou o símbolo da The Walt Disney Company. O personagem foi criado em 1928 por Walt Disney e o desenhista Ub Iwerks[1][2] e dublado por Walt Disney. The Walt Disney Company celebra seu aniversário em 18 de novembro de 1928, que é a data de lançamento de Steamboat Willie,[3] embora até meados dos anos 1980 a data fosse comemorada em 28 de setembro.[4] O camundongo antropomórfico evoluiu de ser simplesmente um personagem de desenhos animados e quadrinhos para se tornar um dos símbolos mais conhecidos do mundo.
 O personagem Mickey foi criado em 18 de novembro de 1928,[5] no curta animado mudo Plane Crazy. Todavia, antes que o trabalho pudesse ser finalizado, o som irrompeu nas telas do cinema. Desta forma, Mickey teve a sua estreia com o desenho sonoro intitulado "Steamboat Willie", que foi o primeiro desenho animado sonoro, apresentado no Colony Theatre em Manhattan, Nova Iorque, em 18 de novembro de 1928, para uma enorme plateia que aguardava ansiosamente pela primeira aparição de Mickey Mouse.[6] Sua reprodução vocal (dublagem) a partir de Steamboat Willie era desempenhada pelo próprio Walt Disney (entre 1928 e 1946). Depois de Walt Disney, foi James G. MacDonald que assumiu a vocalização do Mickey e em 1977, Wayne Allwine, um aprendiz de James G. MacDonald que foi a voz do Mickey até a sua morte em 2009. Atualmente, Mickey é dublado por Bret Iwan.



CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: MICKEY MOUSE



 

domingo, 5 de março de 2017

ESPECIAL DESENHOS DA CARTOON NETWORK!!

HJ VAMOS APRESENTAR UM ESPECIAL SOBRE OS DESENHOS DA CARTOON NETWORK- ´´TURMA DA MÔNICA´´
CONFIRA TUDO SOBRE ESSE DESENHO AGORA


Turma da Mônica

 

 

Turma da Mônica é uma série de histórias em quadrinhos criada pelo cartunista e empresário Mauricio de Sousa. A série foi originada em 1959 em uma série de tirinhas de jornal, na qual os personagens principais eram Bidu e Franjinha.[1] A partir dos anos 1960, a série começou a ganhar a identidade atual com a criação de Mônica e Cebolinha, entre 1960 e 1963, que passaram a ser os protagonistas.
Embora a maior parte das histórias girem em torno das aventuras de Mônica, Cebolinha e seus amigos do bairro do Limoeiro, o termo do título se refere também às demais famílias de personagens criados por Mauricio de Sousa, derivadas de outras séries, como Turma do Chico Bento, Turma da Tina, Turma da Mata, Turma do Penadinho, entre outros. Desde 1970, na forma de revista em quadrinhos
 os personagens já foram publicada por editoras como a Abril (1970-1986), a Globo (1987-2006)[2] e Panini Comics (2007 até a atualidade), somando quase 2.000 revistas já publicadas para cada personagem[3]. Além disso, também segue com publicação especial de tiras no formato de bolso pela própria Panini[4] e pela L&PM.
Em 2008 foi criado um spin-off baseado no estilo dos quadrinhos japoneses intitulado Turma da Mônica Jovem, com os personagens adolescentes.[5] Em 2015, a linha passou por uma reformulação, a Panini reiniciou a numeração das revistas e passou a creditar autores em algumas histórias (algo que acontecia apenas em publicações especiais), além disso, cada edição passou a trazer um QR Code que permite a acesso a conteúdos exclusivos em plataformas virtuais.[6]
A Turma da Mônica tem gibis e outros produtos licenciados em 40 países e com 14 idiomas, sendo que a marca foi expandida para outras mídias ao longo dos anos, em produtos como livros, brinquedos, discos, CD-ROMs, jogos eletrônicos, entre outros.
 Maurício de Sousa, analista do jornal Folha da Manhã criou e, ingressou na área dos quadrinhos no ano de 1959[7] com seus primeiros personagens, Bidu e Franjinha[8]. Ambos foram baseados na própria infância de Mauricio, sendo Bidu inspirado no seu cãozinho de estimação, Cuíca.[9] No ano seguinte, os personagens ganharam espaço através da revista infantil Zaz Traz, pela Editora Outubro. Posteriormente um gibi intitulado "Bidu" foi lançado pela Editora Continental, sendo cancelado no mesmo ano.Ainda naquele tempo novos personagens foram criados, entre eles o que mais chamou atenção foi Cebolinha como coadjuvante de Franjinha. Os personagens seguiram nas tirinhas de jornal, onde foram desenvolvendo suas personalidades. Cebolinha passou a ser o personagem principal substituindo o Bidu, e mais personagens foram se destacando e ganhando séries próprias, como Piteco, Astronauta, Horácio, Penadinho, Zezinho e Hiroshi (atualmente do universo da Turma do Chico Bento), Raposão (atualmente do universo da Turma da Mata). No entanto, mesmo com todos esses personagens, Mauricio recebeu queixas sobre a falta de mulheres em seus quadrinhos,[10] assim Mônica foi criada em 1963, como uma personagem secundária nas tirinhas do Cebolinha. Baseada na sua filha real Mônica Sousa, o sucesso e o carisma da personagem fizeram dela a protagonista das tirinhas, tornando Cebolinha seu coadjuvante no final da década de 1960.

Mauricio ganhou novamente uma revista para suas criações em 1970, pela editora Abril. A princípio com o título de "Mônica e Sua Turma", vários dos personagens já criados por Mauricio nas tirinhas de jornal passaram a aparecer nas revistas, formando a hoje chamada Turma da Mônica. Competindo com quadrinhos estrangeiros como Pato Donald, Zé Carioca e Luluzinha, seus quadrinhos permaneceram firmes nas bancas e ganharam um segundo título, Cebolinha, em 1973. Um contrato com o jogador Pelé permitiu o lançamento de um personagem baseado nele mesmo. O Pelezinho, lançado em 1977, foi fenômeno entre as crianças na época, entrando para a história nos quadrinhos nacionais.[12]
Os Estúdios Mauricio de Sousa surgiram a partir da necessidade da criação de uma equipe de roteiristas para bancar a produção mensal de histórias completas para as revistas e tiras de jornal, deixando de concentrar a produção nas mãos de Mauricio. Novos projetos puderam então ser conduzidos, como os desenhos animados, licenciamento de personagens e venda de quadrinhos para o exterior.
 Ao longo dos anos, outros personagens ganharam suas próprias revistas, como Cascão (1982), Chico Bento (1982) e Magali (1989). Ao longo do tempo, a marca Turma da Mônica tem sido usada para vender diversos produtos, de produtos de higiene a petiscos para animais, passando por produtos alimentícios. O caso de maior sucesso é o do extrato de tomate da Cica Elefante, com o Jotalhão. Outras mídias se fortaleceram ao longo dos anos e vieram produtos como livros, brinquedos, discos, CD-ROMs, jogos eletrônicos, entre outros. Nos anos 1970 e 1980, a propaganda de televisão desse extrato de Tomate, protagonizada por Mônica e Jotalhão ficou muito famosa, especialmente pelo tema musical: "Ô Mônica, abrace o elefante…"[14] Sua repercussão ajudou os estúdios a investirem em animação e licenciamento de personagens, tornando a Turma da Mônica uma potência de entretenimento genuinamente brasileira. Em 2015, a Turma da Mônica era usada por quase 3 mil produtos de mais de 150 empresas.[15] Em 2008, uma segunda linha de quadrinhos foi iniciada a partir de Turma da Mônica Jovem, uma publicação direcionada ao público pré-adolescente estrelada por uma versão mais velha dos personagens.
  série Turma da Mônica tem uma extensa quantidade de personagens principais e secundários. Tem como principais protagonistas Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Chico Bento (derivado da Turma do Chico Bento), sendo que cada um tem a sua própria revista em quadrinhos. Outros personagens de outras séries criadas por Mauricio de Sousa também estão incluídos na Turma da Mônica, fazendo cruzamentos ou citações um sobre outro em várias histórias, entre vários outros personagens. O principal cenário das histórias é o bairro fictício de "Limoeiro", numa cidade brasileira.
A maioria das histórias se concentra na vida cotidiana dos personagens principais e, ocasionalmente, sobre os personagens secundários; o estilo humorístico da série normalmente é caracterizado por vários tipos de repetições, alusões, apelos ao nonsense, paranomásias, sarcasmo e metalinguagem. As histórias com Mônica e Cebolinha giram em torno do eterno conflito entre os dois. Cebolinha é um causador de problemas e valentão que sempre tenta repreender Mônica ou roubar seu coelhinho de pelúcia, chamado de Sansão, para dar nós em suas orelhas (geralmente tendo Cascão ou outro cúmplice menino), sendo que Mônica sempre se vinga ao bater neles com seu coelhinho de pelúcia, muitas vezes deixando-os machucados e com olhos roxos. Muitas vezes, Cebolinha faz planos, chamados de "Infalíveis", contra ela que, dentre esses, há várias armadilhas e às vezes usando certas invenções, das quais muitas feitas pelo personagem Franjinha, protagonista de muitas historias, mas sempre perde para Mônica no final.
As histórias sobre Cascão geralmente se concentram em sua propensão para a sujeira e bagunça e seu medo de água, sem nunca ter tomado um banho na vida, e sendo constantemente ameaçada por vilões (sendo muitos, membros de uma organização secreta chamada S.U.J.O.C.A) ou seus amigos para tomar uma ducha. As histórias com Magali geralmente se concentram em sua gula, com uma capacidade sobre-humana para comer, sem nunca engordar e às vezes roubando comida de seus amigos.



CONFIRAM AGORA UM PEDACINHO DO DESENHO: ´´TURMA DA MÔNICA´´:
 
 
 
É ISSO AI VOCÊS CURTIRAM UM PEDACINHO  DO DESENHO DA CARTOON NETWORK  ´´TURMA DA MÔNICA´´
NO PROXIMO MÊS NO ´´ESPECIAL DESENHOS DO CARTOON NETWORK´´ VOCÊS VÃO  SABER TUDO SOBRE O DESENHO ANIMADO: ´´TROMBA TREM´´
 

   ATÉ O PROXIMO MÊS COM O ESPECIAL  DESENHOS DO CARTOON NETWORK!!